Assine o Estadão
assine

Política

Brasília

Pesquisa mostra melhora da avaliação pessoal de Dilma entre eleitores

Porcentagem dos que aprovam o desempenho pessoal da presidente subiu de 15,9% para 21,8% segundo levantamento CNT/MDA; pesquisa mostra ainda que caiu de 70% para 62,4% a avaliação negativa do governo

0

Carla Araújo,
O Estado de S. Paulo

24 Fevereiro 2016 | 11h02

Brasília - A avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff variou de 9% em outubro de 2015 para 11,4% em fevereiro deste ano, de acordo com pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta quarta-feira, 24, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). O levantamento mostra ainda que caiu de 70% para 62,4% a avaliação negativa do governo Dilma. 

No quesito desempenho pessoal da presidente subiu de 15,9% para 21,8% a aprovação. Já a taxa de desaprovação do desempenho pessoal de Dilma caiu de 80,7% para 73,9%, no mesmo período avaliado.  

Corrupção. A pesquisa mostrou ainda que 88,6% dos entrevistados têm acompanhado ou ouvido falar das investigações no âmbito da Operação Lava Jato. O porcentual dos que consideram que Dilma é culpada pela corrupção investigada na Petrobrás variou de 69,2% para 67,8%. Já a parcela dos que consideraram que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é culpado pela corrupção variou de 68,4% para 70,3%. 

A pesquisa de fevereiro também avaliou a parcela dos que acreditam que o ex-presidente poderá ser investigado. Para 75,7%, Lula será investigado na Lava Jato; já 18,7% acham que o ex-presidente não será investigado e 5,6% não sabe ou não respondeu.  

Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 136 municípios de 25 Unidades da Federação, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

Comentários