Pedido de criação de CPMI será lido na próxima semana

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), marcou para a próxima quarta-feira, às 10h, uma sessão do Congresso na qual será lido o requerimento solicitando a instalação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Campo, para investigar supostos repasses federais ilegais para entidades ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

ROSA COSTA, Agencia Estado

15 Outubro 2009 | 18h12

Ontem, ao ser questionado sobre o pedido de parlamentares para a instalação da CPMI, Sarney disse que não poderia abrir sessão do Congresso apenas para ler o requerimento e só convocaria a sessão quando os líderes partidários se reunissem para discutir uma pauta conjunta. No entanto, mudou de ideia. A data da sessão conjunta, do Senado e Câmara, foi comunicada nesta tarde pela sua assessoria.

Perseguição

O líder do DEM na Câmara, deputado Ronaldo Caiado (GO), informou que, "somente no último minuto da última hora", é que será protocolado o requerimento de criação da CPMI. O objetivo da estratégia, segundo ele, é evitar que "os colegas sejam perseguidos e ameaçados pelo MST".

Caiado comparou o movimento ao grupo criminoso Primeiro Comando da Capital (PCC) e disse que ambos forçam as pessoas a seguir a sua vontade. No caso dos parlamentares, explicou que muitos que assinaram o pedido de instalação da CPMI moram em fazendas e têm medo que o MST possa atentar contra seus familiares.

Mais conteúdo sobre:
Congresso MST CPMI instalação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.