Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Para Moreira Franco, acusações de Dilma são 'infundadas'

Política

Helvio Romero/Estadão

Para Moreira Franco, acusações de Dilma são 'infundadas'

Ministro da Secretaria-Geral da Presidência usou conta no Twitter para comentar entrevista da ex-presidente ao jornal 'Valor Econômico'

0

Elisa Clavery ,
O Estado de S.Paulo

17 Março 2017 | 16h15

ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, usou seu perfil no Twitter nesta sexta-feira, 17, para responder às afirmações da ex-presidente Dilma Rousseff em entrevista ao Valor Econômico. "Às acusações infundadas da ex-presidente, respondo com poucas palavras e resultados: seu governo legou 12 milhões de desempregados", escreveu em sua conta pessoal.

Na entrevista, Dilma chamou Moreira Franco de "gato angorá" (uma referência ao suposto apelido do ministro em negociações com a Odebrecht, segundo o delator Cláudio Melo Filho). "O gato angorá (Moreira Franco) tem uma bronca danada de mim porque eu não o deixei roubar, querida. É literal: eu não deixei o gato angorá roubar na Secretaria de Aviação Civil. Chamei o Temer e disse: 'Ele não fica. Não fica!'", disse a ex-presidente. O apelido foi dado, originalmente, pelo ex-governador do Rio, Leonel Brizola, por causa da cabeleira grisalha precoce. 

Moreira Franco comentou, ainda, a atuação da ex-presidente no conselho de administração da Petrobrás. "Como presidente do conselho de administração da Petrobras e da República que ela se superou, dizendo não conhecer o saque feito à Empresa", escreveu. "Isso diferencia corrupção de trabalho e competência. Certamente por isso eu não tenha ficado em seu governo".

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.