1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Para Marina, Lula é 'bala de prata' do PT

Heliana Frazão, especial para o Estado

29 Abril 2014 | 16h 29

Ex-ministra diz que Dilma só dará lugar a antecessor se partido 'avaliar que o governo está ruim'

SALVADOR - A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, pré-candidata a vice-presidente na chapa do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), disse nesta terça-feira, 29, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é uma "bala de prata" do PT e que ele só disputaria o Planalto em outubro se os petistas acharem que "o governo da presidente Dilma (Rousseff) está tão ruim" e que foi um "erro tê-la como candidata" em 2010.

Em Salvador, onde participa de uma homenagem à ex-ministra do Superior Tribunal de Justiça Eliana Calmon, que vai disputar o Senado pelo PSB da Bahia, a Marina foi questionada sobre pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira, 29, que indica uma maior possibilidade de realização de segundo turno na corrida ao Planalto.

Para Marina, é "inquestionável" que Lula é uma bala de prata do PT. "O problema é que a bala de prata não pode falhar. Quando ela falha, tudo desmorona", afirmou a ex-ministra de Lula. "O ex-presidente Lula tem que avaliar e o próprio PT tem que ver: se eles acham que o governo da presidente Dilma está tão ruim, se acham que foi um erro tê-la como candidata, eles farão uma substituição. Se não tiverem essa avaliação irão apoiá-la.”