Assine o Estadão
assine

Política

PSDB

Para líder do PSDB no Senado, pedido de prisão de Lula 'não tem fundamento'

Cássio Cunha Lima diz que 'momento de turbulência' no País exige prudência e cautela

0

Isabela Bonfim,
O Estado de S.Paulo

10 Março 2016 | 19h33

BRASÍLIA - O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB) se posicionou contrário ao pedido de prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assinado por promotores do Ministério Público de São Paulo (MP-SP). 

"Aparentemente, não se encontram os fundamentos que possam justificar ou embasar o pedido. Até porque, recentemente, o Ministério Público com a Polícia Federal realizou um conjunto de buscas e apreensões", afirmou o senador de oposição, que é advogado de formação.

De acordo com Cunha Lima, o País não vive um momento comum de sua história, o que exige prudência e cautela. "Em momento de turbulência, não é recomendável movimentos bruscos. É preciso muita serenidade de todas as instituições que têm responsabilidade com o País", afirmou.

O pedido do MP-SP foi publicado nesta quinta-feira, 10. A alegação dos promotores é de que Lula é suspeito de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica relacionados ao triplex do Edifício Solaris, no Guarujá (SP).

Comentários