1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mensalao

Para Jefferson, ficar na cadeia será 'mais uma provação'

LUCIANA NUNES LEAL - Agência Estado

24 Fevereiro 2014 | 11h 25

À espera do mandado de prisão que deve ser emitido na tarde desta segunda-feira, 24, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) disse, no Twitter, que o cumprimento da pena na cadeia é "mais uma provação" e que acredita sair mais amadurecido com esta experiência.

Jefferson publicou na rede social algumas das declarações que fez em entrevista à Rádio Estadão, na manhã de hoje. "A prisão é mais uma provação na minha vida, um teste duro, mas acredito que vou sair mais amadurecido disso tudo", disse Jefferson no Twitter. "Deus só dá carga a quem pode carregar. Sou "harleiro" e botafoguense, estou acostumado a sofrer", disse o ex-deputado, que pilota uma moto Harley Davidson. "Estou em paz, a prisão é meu destino e vou cumprir", tuitou.

Na entrevista à Rádio Estadão, Jefferson disse não se arrepender de ter denunciado o esquema do mensalão, reclamou de ser chamado de "delator" e informou que pretende pedir autorização para trabalhar, depois que for preso, mas ressalvou que pretende "esperar a liturgia da Justiça".

"Não adianta eu dar uma de José Dirceu, que pediu para trabalhar em um hotel com salário de R$ 20 mil, não conseguiu nada", disse Jefferson, citando o ex-ministro da Casa Civil que cumpre pena na Penitenciária da Papuda, em Brasília.

O ex-deputado disse não saber ainda em que presídio cumprirá pena, mas afirmou que ir para Brasília seria "um desastre", pois estaria longe dos médicos que o atendem desde o tratamento contra câncer de pâncreas a que se submeteu em 2012. Jefferson se disse angustiado com a espera pelo momento da prisão. "A expectativa vai te minando", declarou.

Mensalao