Ed Ferreira|Estadão
Ed Ferreira|Estadão

Para Caiado, o presidente do Senado agora é Jorge Viana

Líder do DEM afirma que ato de repúdio da Mesa Diretora da Casa não significa descumprimento de liminar

Isabela Bonfim e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

06 Dezembro 2016 | 16h48

BRASÍLIA - Para o líder do Democratas, Ronaldo Caiado (GO), o presidente do Senado, neste momento, é Jorge Viana (PT-AC), diante do afastamento de Renan Calheiros (PMDB-AL) do cargo. A Mesa Diretora emitiu um documento de repúdio à decisão do ministro Marco Aurélio Mello de afastar Renan da presidência da Casa. Em sua interpretação, a posição da Mesa Diretora não significa um descumprimento da decisão liminar do STF.

"Nesse momento, a decisão liminar do ministro Marco Aurélio prevalece. O presidente do Senado agora é o Jorge Viana. Devemos ter sessão amanhã e é ele quem irá presidir", disse o senador defendendo que a decisão do Supremo não deve ser discutida, e sim cumprida.

O senador defendeu que já amanhã, durante a sessão do STF que decidirá afastamento definitivo de Renan, seja realizada sessão plenária no Senado para votações e contagem de prazo para a PEC do Teto. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.