PSDB
PSDB

Para Aécio, 'falência da política' explica candidatura de Luciano Huck

Sobre seus próprios destinos eleitorais em 2018, senador diz que 'estará nas urnas' no ano que vem

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

11 Novembro 2017 | 20h54

SÃO PAULO - O senador Aécio Neves disse que a "falência da política" é a responsável pela pré-candidatura do apresentador Luciano Huck ao Palácio do Planalto. "É um pouco da falência da política, do momento de desgaste generalizado pelo qual passa a política. O Luciano é um sujeito muito capaz, inteligente, mas agora é preciso conhecer o que ele pensa sobre as mais variadas questões que demandam a posição de um homem público”, afirmou o senador. “O tempo é que vai dizer se ele está ou não preparado para esta missão", disse o tucano após participar da convenção estadual do PSDB-MG. 

Aécio é amigo de Huck e recebeu apoio dele na eleição presidencial de 2014.  Luciano Huck participou nas últimas semanas de três reuniões com líderes do PPS para discutir cenários eleitorais e a filiação ao partido de membros do movimento Agora! , do qual participa. Os encontros trataram de eventual candidatura do próprio apresentador.  Pessoas que participaram das reuniões classificaram as conversas como “iniciais e promissoras”. 

++Aécio diz que PSDB vai sair do governo pela porta da frente

Sobre seus próprios destinos eleitorais em 2018, Aécio disse que "estará nas urnas" no ano que vem. O senador não quis deixar claro a qual cargo pretende se candidatar, mas afirmou não haver "cogitação" de tentar vaga na Câmara dos Deputados. O presidente reeleito do PSDB-MG, Domingos Sávio, disse que o senador deve concorrer à reeleição ao Senado ou ao governo de Minas Gerais.

Mais conteúdo sobre:
Aécio Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.