Assine o Estadão
assine

Política

Jean Wyllys

Página do Facebook do deputado federal Jean Wyllys é hackeada

Imagem do deputado do PSOL foi substituída por uma foto de perfil de Jair Bolsonaro; assessoria prometeu ir à Justiça contra invasor

0

O Estado de S. Paulo

13 Março 2016 | 19h50

A página do Facebook do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), conhecido por defender a causa dos homossexuais e dos direitos humanos, foi hackeada no mesmo dia em que milhões de brasileiros foram às ruas em protesto contra o governo de Dilma Rousseff.

O internauta que invadiu a página colocou uma imagem sorridente do deputado federal Jair Bolsonaro, um dos principais opositores do parlamentar do PSOL, como foto de perfil, e também uma foto de capa que pedia a saída de Dilma Rousseff.

Além disso, o hacker também postou mensagem e fotos contra o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha e o senador Aécio Neves. "FORA DILMA, FORA CUNHA, FORA AÉCIO, FORA TODOS OS POLÍTICOS CORRUPTOS! ‪#‎LULANACADEIA‬".

As fotos e mensagens ficaram aproximadamente 20 minutos no ar, até os moderadores da página de Jean Wyllys apagarem as postagens. Em nota publicada no próprio Facebook, a assessoria de imprensa do deputado condenou a atitude e disse que tomará medidas jurídicas contra o autor das postagens ilegais.

Veja a nota divulgada pela assessoria de Jean Wyllys

FASCISTAS, NÃO PASSARÃO!

Como vocês devem ter percebido, a página do deputado foi hackeada durante alguns minutos por criminosos fascistas ligados ao deputado viúva da ditadura militar. Eles trocaram a foto de perfil e fizeram postagens ofensivas e toscas. Rapidamente, a área jurídica do Facebook no Brasil foi avisada e a equipe do deputado recuperou o controle. A Polícia Federal já foi acionada e os bandidos fascistas que fizeram isso deverão responder na justiça assim que forem individualizados.

Comentários