1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Página do Facebook do deputado federal Jean Wyllys é hackeada

- Atualizado: 13 Março 2016 | 19h 56

Imagem do deputado do PSOL foi substituída por uma foto de perfil de Jair Bolsonaro; assessoria prometeu ir à Justiça contra invasor

A página do Facebook do deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), conhecido por defender a causa dos homossexuais e dos direitos humanos, foi hackeada no mesmo dia em que milhões de brasileiros foram às ruas em protesto contra o governo de Dilma Rousseff.

O internauta que invadiu a página colocou uma imagem sorridente do deputado federal Jair Bolsonaro, um dos principais opositores do parlamentar do PSOL, como foto de perfil, e também uma foto de capa que pedia a saída de Dilma Rousseff.

Além disso, o hacker também postou mensagem e fotos contra o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha e o senador Aécio Neves. "FORA DILMA, FORA CUNHA, FORA AÉCIO, FORA TODOS OS POLÍTICOS CORRUPTOS! ‪#‎LULANACADEIA‬".

Autor colocou foto de Jair Bolsonaro e foto de capa pedindo a saída de Dilma da presidência

Autor colocou foto de Jair Bolsonaro e foto de capa pedindo a saída de Dilma da presidência

As fotos e mensagens ficaram aproximadamente 20 minutos no ar, até os moderadores da página de Jean Wyllys apagarem as postagens. Em nota publicada no próprio Facebook, a assessoria de imprensa do deputado condenou a atitude e disse que tomará medidas jurídicas contra o autor das postagens ilegais.

Veja a nota divulgada pela assessoria de Jean Wyllys

FASCISTAS, NÃO PASSARÃO!

Como vocês devem ter percebido, a página do deputado foi hackeada durante alguns minutos por criminosos fascistas ligados ao deputado viúva da ditadura militar. Eles trocaram a foto de perfil e fizeram postagens ofensivas e toscas. Rapidamente, a área jurídica do Facebook no Brasil foi avisada e a equipe do deputado recuperou o controle. A Polícia Federal já foi acionada e os bandidos fascistas que fizeram isso deverão responder na justiça assim que forem individualizados.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em PolíticaX