1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Mensalao

Página de Genoino alcança meta de arrecadação

Mateus Coutinho - O Estado de S. Paulo

20 Janeiro 2014 | 14h 12

Em comunicado, familiares e amigos do petista agradecem contribuição e afirmam que vão lutar pela 'justiça e verdade'

A página criada para arrecadar doações com o objetivo de ajudar o ex-presidente do PT, José Genoino, a pagar a multa de R$ 667,5 mil no mensalão anunciou nesta segunda-feira, 20, que já atingiu a meta necessária. Mesmo sem informar valores, o comunicado no site administrado por amigos e familiares do petista agradece as colaborações e afirma que "continuamos na luta por justiça e verdade".

Ainda segundo a mensagem, a equipe do portal está finalizando a apuração dos recursos arrecadados para divulgar o valor total que foi arrecadado.Como informou o Estado na sexta-feira, 17, já era esperado que a página conseguisse atingir a meta de arrecadação. Na semana passada as contribuições já chegavam a mais de 90% do valor da penalidade, com doações de cerca de 1200 pessoas e que variavam de R$ 10 a R$ 48 mil, o valor mais alto recebido até então.

O prazo para Genoino pagar a multa vence nesta segunda-feira, 20. Além dele, outros quatro condenados no mensalão terão que quitar suas dívidas com a Justiça. São eles: Ramon Hollerbach (R$ 3,9 mi), Valdemar Costa Neto (R$ 1,6 mi) Marcos Valério (R$ 2,9 mi a serem atualizados pela Vara de Execuções Penais) e Cristiano Paz (R$ 2,6 mi).

Genoino e Paz chegaram a protocolar recursos na Vara de Execuções Penais do Distrito Federal questionando o pagamento das multas. O petista teve o pedido negado pela Justiça, que manteve o valor da multa em R$ 667,5 mil. Já Cristiano Paz aguarda resposta da Vara de Execuções Penais. Sua defesa entrou com petição questionando por que sua multa inclui o crime de corrupção ativa, que ainda cabe embargos infringentes.

Rede de solidariedade. Com os bons números da arrecadação oito dias após a página ser criada, a "rede de solidariedade", como chama o partido, também deve lançar iniciativas para arrecadar recursos para o ex-ministro, José Dirceu, o ex-tesoureiro, Delúbio Soares e, no futuro, o ex-presidente da Câmara, João Paulo Cunha, que ainda aguarda ordem de prisão.

"Essa rede vai se estender aos demais companheiros, faremos todas ações quantas forem possíveis e necessárias. Seguramente o setorial jurídico fará isso para Dirceu, Delúbio e João Paulo", afirma Carvalho. No dia 10 de janeiro, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, chegou a conclamar os militantes do partido a contribuir com doações para Genoino, Delúbio Soares, José Dirceu e João Paulo Cunha na página oficial do PT.

Além de Falcão, outros membros do partido declararam publicamente seu apoio a Genoino, como o deputado Cândido Vaccarezza, de São Paulo. Ainda segundo Carvalho, o PT está organizando uma série de jantares para ajudar na arrecadação de recursos para o pagamento das multas não apenas de Genoino, mas dos outros petistas condenados no julgamento do mensalão, como o ex-ministro José Dirceu e o ex-tesoureiro da legenda Delúbio Soares.

Na semana passada, a Justiça atualizou o valor da multa do petista, cujo valor inicial era de R$ 468 mil. A correção foi feita com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), a partir da data dos fatos que foram julgados pela Justiça. Ou seja, os R$ 468 mil eram em valores de 2003. As multas dos condenados no mensalão serão destinadas ao Fundo Penitenciário Nacional, que é utilizado para financiar melhorias no sistema prisional.

Mensalao