1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições 2014

Padilha reforça militância na região do Grande ABC

VALMAR HUPSEL FILHO - Agência Estado

10 Julho 2014 | 22h 09

O candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, recebe nesta sexta-feira, 11, um reforço em sua militância na região do Grande ABC. Cerca de 100 ex-petistas que estavam filiados ao PDT vão participar de um ato de refiliação ao partido. Os organizadores esperam a presença de mil pessoas no evento, que acontece em Santo André.

O grupo de militantes deixou o partido na década de 90 em função de divergências entre os sindicatos de metalúrgicos de São Bernardo e Santo André. Inicialmente eles migraram para o PSB e foram para o PDT quando o hoje deputado federal Paulinho da Força se filiou ao partido.

Com a ida de Paulinho para o Solidariedade e o apoio dele à campanha de Aécio, os militantes decidiram pelo retorno ao PT após cerca de duas décadas de afastamento. "São militantes de base e líderes sindicais que vão pedir votos para Dilma e Padilha na macrorregião do ABC, que envolve um total de sete cidades da região metropolitana", informa o líder do grupo, o presidente licenciado do sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e Mauá, Cícero Firmino, conhecido como Martinha.

Este será o primeiro ato efetivo de campanha do candidato petista ao governo de São Paulo desde o início do prazo legal, 5 de junho. Durante a semana, Padilha se dedicou a reuniões internas para definição de seu plano de governo. Só teve agenda pública nos dias de jogos do Brasil, quando assistiu ao lado de membros da Escola de Samba Rosas de Ouro (Brasil x Colômbia) e moradores do Parque do Jacuí, na zona leste (Brasil x Alemanha).

Os coordenadores de campanha informam que o candidato só dará início à sua agenda de candidato depois de domingo, com o fim da Copa do Mundo. Com intenções de votos girando em torno dos 3%, Padilha é, entre os principais candidatos ao governo de São Paulo, aquele que mais necessita do contato direto com o eleitorado paulista para se tornar mais conhecido.

Na terça-feira, entretanto, Padilha vai falar para grandes empresários de São Paulo. Está agendada a participação do candidato petista no Seminário LIDE (Grupo de Líderes Empresariais), quando vai falar de suas propostas de governo.

E só no final da semana que vem é que Padilha vai às ruas, desta vez com o reforço de seu padrinho político e principal cabo eleitoral. O ex-presidente Lula estará ao lado do candidato petista em duas ocasiões. Pela manhã, Lula e Padilha participam de caminhada que segue do Teatro Municipal até a Praça da Sé, no centro de São Paulo. À noite, os dois estarão juntos na posse da nova direção do Sindicato dos Bancários.

Eleições 2014