1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Padilha quer atrair partidos que apoiam Alckmin

ELIZABETH LOPES - Agência Estado

06 Maio 2014 | 12h 08

O ex-ministro da Saúde e provável candidato do PT ao governo do Estado de São Paulo, Alexandre Padilha, afirmou nesta terça-feira, 06, em sabatina promovida pelo jornal Folha de S.Paulo, portal UOL, SBT e a rádio Jovem Pan, que irá buscar o apoio de várias legendas, na corrida ao Palácio dos Bandeirantes, para formar um grande arco de alianças, inclusive de partidos que tradicionalmente apoiam o seu adversário do PSDB, o governador Geraldo Alckmin. E defendeu a aliança com o PP de Paulo Maluf, alegando que a sigla tem um papel fundamental na execução do programa Minha Casa, Minha Vida.

Além de afirmar que irá buscar um grande arco de alianças neste pleito, Padilha elogiou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dizendo que ele superou a era do engavetamento dos processos, numa crítica indireta à gestão do ex-presidente tucano Fernando Henrique Cardoso. O ex-ministro falou sobre o caso dos haitianos e isentou a gestão federal de responsabilidade, contudo, disse que houve erros nas gestões estaduais do Acre, que é petista, e de São Paulo, administrado pelos tucanos.

Entre as propostas que apresentou, o petista disse que irá investir mais no Metrô, caso seja eleito nessas eleições, e levar esse transporte para os municípios da Grande São Paulo. E defendeu também investimentos na navegação do rio Tietê para incluir a hidrovia como uma das soluções para o transporte no Estado.

Eleições 2014