Orações do povo deram força a Alencar, diz sobrinho

Um dos sobrinhos do ex-vice-presidente José Alencar, Rodrigo Guarçoni, agradeceu hoje ao povo brasileiro pelo apoio dado à família dele durante o período em que o tio foi submetido ao tratamento contra o câncer. "Agradecemos ao povo brasileiro pelas orações. Isso o fortaleceu muito." De acordo com Guarçoni, Alencar deixa um grande legado de perseverança.

DAIENE CARDOSO, ENVIADA ESPECIAL, Agência Estado

31 Março 2011 | 11h49

"O que fica para a família é o legado da fé. Por ele ter tratado a morte como vida." O sobrinho de Alencar relembrou uma das frases ditas pelo tio, em que o ex-vice-presidente falava sobre a morte. "Ele não tinha medo da morte, e sim da desonra. O que ele não queria era não ser útil."

O governo de Minas Gerais abriu a visitação pública para o velório do ex-vice-presidente às 11h06, no Palácio da Liberdade, na região central de Belo Horizonte, após uma cerimônia reservada conduzida pelo arcebispo metropolitano da capital mineira, dom Walmor Oliveira de Azevedo.

Mais conteúdo sobre:
José Alencar morte velório orações BH

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.