1. Usuário
Assine o Estadão
assine


'Oposição não admite outro mandato do PT', afirma Lula

ANA FERNANDES - Agência Estado

11 Abril 2014 | 21h 13

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conclamou na noite desta sexta-feira, 11, os partidários do PT a iniciar as campanhas de reeleição da presidente Dilma Rousseff e do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha ao governo paulista. "A partir de hoje, a gente coloca no peito e na consciência, que o candidato não é o Padilha, é cada homem e cada mulher aqui", disse em evento em Araçatuba, no interior de São Paulo.

"Cada vez que a gente faz um ato público, as pessoas têm que sair com uma orientação do que fazer", disse Lula. E reforçou a orientação para cada um ir "de casa em casa" advogando pelos candidatos petistas. Lula atacou a oposição, dizendo que "eles não admitem mais um mandato do PT na Presidência da República". Listou itens que considera feitos do PT no governo federal, como o controle da inflação, melhorias na educação, diminuição das filas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), entre outros.

Defendendo o atual governo de Dilma Rousseff, disse que o "PT é vítima de muitas invenções, de muitas mentiras" e que o País vive um bom momento. Sobre corrupção, afirmou que o PT investiga as suspeitas que surgem, enquanto os outros "jogam para debaixo do tapete".