O que foi notícia na Política nessa semana

Semana teve desde o Supremo barrando estratégia de impeachment até Lula depondo no Ministério Público; confira

O Estado de S. Paulo

17 Outubro 2015 | 05h00

Em uma semana agitada, o Supremo Tribunal Federal barrou, liminarmente, a estratégia da oposição em conjunto com o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para pautar o impeachment da presidente Dilma na Câmara. O fato desestabilizou a oposição que, mesmo registrando em cartório um novo pedido de impeachment, adiou a apresentação dele na Câmara, que seria na sexta, para a próxima semana. A presidente, por sua vez, fez a defesa mais enfática de seu mandato, chegando a acusar os oposicionistas de "golpismo escancarado".

Enquanto isso, a Procuradoria-Geral da República pediu e o Supremo aceitou a abertura de um novo inquérito contra Cunha, sua esposa e sua filha com base nas informações encaminhadas pelo país europeu que revelam a movimentação de dinheiro do peemedebista e de seus parentes no exterior.

Mais conteúdo sobre:
Eduardo Cunha Lula impeachment

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.