1. Usuário
Assine o Estadão
assine

'O Nordeste pode colocar um que nasceu aqui', diz Campos

ANGELA LACERDA - Agência Estado

26 Março 2014 | 17h 05

Em entrevista para rádios no interior de Pernambuco, pré-candidato à Presidência pelo PSB lembrou 'avanços' de Lula para a região e destacou importância de nordestinos

RECIFE - Terceiro colocado nas pesquisas de intenção de voto, governador e pré-candidato à Presidência, Eduardo Campos (PSB), mencionou nesta quarta-feira, 26, os "avanços" de Lula no Nordeste e adotou um discurso voltado para a população da região. "Quando a gente teve um governante que conhecia a gente (o ex-presidente Lula), a gente viu que a região teve avanços importantíssimos. Precisamos garantir esses avanços", afirmou em entrevista para rádios no interior de Pernambuco.

"Quem colocou a presidente que está aí foram os nordestinos. Ela ganhou por 11 milhões de votos, 10,5 milhões vieram do Nordeste. Agora o Nordeste pode colocar um que nasceu aqui, que conhece os Estados, que conhece o povo, conhece a realidade não de ouvir dizer, mas de viver, de vivenciar os costumes, as necessidades", avaliou.

Campos reconheceu ainda que somente 30% da população brasileira o conhece, mas afirmou que o cenário vai mudar após a Copa do Mundo. Quanto ao seu baixo desempenho nas pesquisas de opinião, ele rebateu: "Veja a minha tranquilidade e veja o nervosismo deles", disse. "Veja como eles estão nervosos e veja como eu estou tranquilo".

"Quando você vê um político começando a ficar nervoso é porque está faltando voto", continuou. "É a mesma coisa que uma criança. Quando o pai chama e ele vem nervoso é porque está faltando razão, ele está fazendo algo malfeito".