Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Novo ministro da Saúde se explica para comissão

Política

Novo ministro da Saúde se explica para comissão

Arthur Chioro diz que vai comprovar desligamento da empresa de consultoria na área de saúde da qual era sócio; ele é investigado pelo MP-SP por suspeita de improbidade administrativa

0

Tânia Monteiro ,
O Estado de S. Paulo

22 Janeiro 2014 | 21h29

Brasília - O novo ministro da Saúde, Arthur Chioro, que assumirá a pasta em fevereiro no lugar de Alexandre Padilha, vai entregar à Comissão de Ética da Presidência da República, em Brasília, antes de assumir o cargo, cópia do comprovante de desligamento dele da empresa de consultoria na área de saúde da qual era sócio.

Chioro é alvo de investigação do Ministério Público de São Paulo por suspeita de improbidade administrativa. Em setembro de 2013, a promotora Taciana Panagio instaurou inquérito civil público para apurar a denúncia de que Chioro, além de ser secretário de Saúde de São Bernardo do Campo, era sócio majoritário de uma empresa de consultoria que prestava serviços na área de planejamento e gestão de sistemas de saúde para prefeituras paulistas comandadas pelo PT.

O Ministério Público estadual apura se Chioro infringiu uma lei municipal, de São Bernardo do Campo, que proíbe secretários de manterem sociedade em empresas que tenham contratos com entes federativos. A empresa Consaúde Consultoria manteve contratos sem licitação com várias prefeituras de São Paulo e prestou serviços, por exemplo, para a Prefeitura de Ubatuba, comandada pelo petista Maurício Moromizato.

Nesta quarta-feira, 22, Padilha não quis comentar o fato de seu sucessor ser investigado. "Não cabe a mim comentar", disse.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.