Carmem Pompeu/Divulgação
Carmem Pompeu/Divulgação

Novo governador do MS prevê 2015 de 'dificuldades'

Reinaldo Azambuja (PSDB) já fala em 'redução das receitas e aumento das despesas'

LUCIA MOREL, ESPECIAL O ESTADO, O Estado de S. Paulo

01 Janeiro 2015 | 17h17

Prestes a tomar posse como governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) acredita que 2015 será um ano de dificuldades financeiras. Em sua última reunião com o secretariado, esta semana, afirmou que "a previsão é de uma redução das receitas e aumento das despesas".

O tucano acredita que isso deve ocorrer devido um maior repasse de duodécimo aos poderes e da implantação dos Planos de Cargos, Carreiras e Salários a diversas categorias.

A posse será realizada no fim da tarde desta quinta, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Azambuja recebe a faixa de governador do ex-chefe do Executivo Estadual, André Puccinelli (PMDB). Pouco depois, às 18h30, dá posse ao novo secretariado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.