1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail
Mensalão mineiro

'Não tem ninguém do partido envolvido nessa questão', diz Aécio sobre Azeredo

Presidente do PSDB disse que situação do deputado federal, réu no mensalão mineiro, não foi discutida na reunião da executiva nacional da sigla

Brasília - Após encontro da Executiva Nacional do PSDB nesta terça-feira, 11, o presidente da sigla e pré-candidato à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG) disse que o julgamento do deputado federal Eduardo Azeredo (PSDB-MG) no mensalão mineiro pelo STF não "envolve o partido".

"Não discutimos porque essa não é uma questão da executiva nacional. Vamos aguardar o julgamento. Não é uma questão que envolve o partido. Não tem ninguém do partido envolvido nessa questão. É respeitar a decisão do STF", afirmou.

Como informou o Estado nesta terça, a cúpula do PSDB descarta, por enquanto, qualquer ato público de desagravo a Azeredo. Apesar das declarações pontuais de apoio dos últimos dias, os tucanos vão manter distância do julgamento de Azeredo e deixá-lo sozinho em sua defesa judicial.

  

Na semana passada, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de pediu a condenação de Azeredo a 22 anos de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro na ação penal do mensalão mineiro - que tramita no Supremo Tribunal Federal.

Mensalão mineiro