1. Usuário
Assine o Estadão
assine

MST da Base ocupa a Fazenda Esperança em Iepê

JOSÉ MARIA TOMAZELA - Agência Estado

07 Fevereiro 2014 | 18h 25

No mesmo dia em que a Justiça deu ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) a posse da Fazenda Esperança, em Iepê, no Pontal do Paranapanema, 50 famílias de integrantes do MST da Base ocuparam a propriedade. O proprietário, José Carlos Garla, foi surpreendido pela chegada do comboio com os sem-terra. O MST da Base, dissidência do Movimento dos Sem-Terra (MST) liderada por José Rainha Júnior, já invadiu essa propriedade seis vezes desde 2006. "Estamos entrando com autorização do Incra", disse o líder Luciano de Lima ao fazendeiro.

A fazenda estava em plena atividade, com lavoura, gado, funcionários e máquinas. Numa vistoria realizada em 2006, as terras foram consideradas improdutivas pelo Incra, que deu início ao processo de desapropriação para fins de reforma agrária. Nesta sexta-feira, 07, enquanto os sem-terra iniciavam a montagem dos barracos, o antigo proprietário acertou com as lideranças um prazo para a retirada dos seus pertences. Ele se comprometeu a esvaziar a fazenda até o dia 10 de março.

O Incra informou que obteve decisão favorável da Justiça Federal de Presidente Prudente em relação à desapropriação, tendo sido cumprida a imissão de posse na área. Informou ainda ter autorizado a entrada das famílias na fazenda, enquanto inicia os trâmites de criação de um assentamento e de seleção dos futuros assentados. O imóvel de 467 hectares, segundo o órgão federal, tem capacidade para 31 famílias. Já o líder do MST da Base disse que as 50 famílias que entraram na propriedade é que serão assentadas.