1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Movimentos sociais ocupam sede do Incra em Salvador

TIAGO DÉCIMO - Agência Estado

13 Maio 2014 | 18h 05

Um dia depois de cerca de 2 mil integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) deixar o acampamento montado na frente da sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Salvador, cerca de mil integrantes de outros grupos de luta pela terra, como o Movimento Estadual de Trabalhadores Assentados, Acampados e Quilombolas (Ceta) e o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) ocuparam o prédio da superintendência, localizado no Centro Administrativo da Bahia.

Entre as reivindicações dos grupos estão a vistoria de 113 fazendas na Bahia para fins de reforma agrária e a regularização das famílias que estão em assentamentos no Estado. Está prevista para amanhã uma marcha dos participantes da ocupação até a Assembleia Legislativa da Bahia, onde será realizada uma sessão especial em comemoração ao Dia Internacional de Luta pela Reforma Agrária e Justiça no Campo.