1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Moura terá 72 horas para se explicar, diz Falcão

RICARDO DELLA COLETTA - Agência Estado

26 Maio 2014 | 18h 52

O presidente nacional do PT, deputado estadual Rui Falcão (SP), afirmou nesta segunda-feira que o deputado estadual Luiz Moura (PT-SP), presente numa reunião que foi alvo de operação policial em investigação sobre o envolvimento do Primeiro Comando da Capital (PCC) nos ataques a ônibus em São Paulo, será ouvido pelo diretório estadual do partido em até 72 horas.

Falcão disse ter sido avisado do procedimento adotado pelo diretório pelo deputado estadual Edinho Silva, presidente estadual da legenda. "Eles vão em 72 horas conversar com o deputado, informar-se das circunstâncias e, após isso, tomar uma decisão", relatou Falcão após reunião da executiva nacional da sigla, em Brasília. Moura nega ligação com a facção criminosa.