1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ministros são confrontados sobre Petrobras em audiência

DAIENE CARDOSO - Agência Estado

26 Março 2014 | 17h 57

Os ministros convocados pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados foram confrontados pelos parlamentares sobre os negócios da Petrobras, mais especialmente sobre a compra da refinaria de Pasadena (EUA). O líder do DEM, Mendonça Filho (PE), aproveitou para perguntar a Jorge Hage, da Controladoria Geral da União, e a Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República, sobre a demora no processo de demissão do ex-diretor da estatal, Nestor Cerveró.

Os deputados da base aliada se revoltaram e alegaram que o tema da convocação era as irregularidades em repasses de recursos federais a organizações não-governamentais (ONGs) e que não havia acordo prévio para que os negócios da Petrobras fossem abordados. "É uma liberdade que eu tenho como parlamentar de falar de um assunto que me vem à cabeça", insistiu o líder do DEM.

Em meio ao bate-boca entre aliados e oposicionistas, os ministros foram informados que não são obrigados regimentalmente a falar sobre a Petrobras. Neste momento, os deputados estão apresentando suas perguntas e os ministros terão oportunidade de se pronunciar no final da audiência pública.