1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ministro do PMDB lidera resistência ao 'Aezão'

LUCIANA NUNES LEAL - Agência Estado

19 Abril 2014 | 07h 33

Desde que parte do PMDB do Rio de Janeiro prometeu apoio ao tucano Aécio Neves, pré-candidato do PSDB à Presidência da República, na última segunda-feira, a ala governista da legenda iniciou articulações para conter a dissidência e garantir apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff no Estado.

Representante desse grupo, o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco, age para evitar o voto "Aezão", pregado por Aécio após o encontro com os peemedebistas fluminenses. A ideia é difundir no Estado o apoio silmultâneo ao tucano para a Presidência e ao governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) para o Palácio Guanabara.

"Estamos realmente (trabalhando para conter a dissidência), porque vivemos a história do PMDB e o PMDB não trai", afirmou Moreira Franco. O ministro tem conversado com os convencionais do Estado, considerados fundamentais na convenção nacional que decidirá a posição do partido na eleição presidencial, a fim de assegurar apoio a Dilma.

A movimentação do ministro entra em choque com a ação do presidente regional da legenda, Jorge Picciani, que lidera a ala pró-Aécio no PMDB. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.