1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mercadante evita comentar reforma ministerial

Ricardo Della Colleta - Agência Estado

06 Janeiro 2014 | 12h 40

Segundo ele, a presidente Dilma ainda não definiu mudanças no alto escalão do governo

BRASÍLIA - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, afirmou nesta segunda-feira, 6, que ainda "não há definição da presidente Dilma Rousseff" em relação à reforma ministerial.

Em coletiva realizada no Ministério da Educação sobre a abertura das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Mercadante disse que as informações que vem sendo divulgadas sobre o tema são "especulação" e frisou que a matéria é exclusiva da presidente Dilma.

"Não há nenhuma definição da presidente em relação às mudanças dos ministros que sairão candidato. Ela disse que o fará quando retornar das férias e a partir de agora ela vai começar a fazer as suas consultas e vai definir um calendário de divulgação", afirmou Mercadante, cotado para substituir a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que deve ser lançar candidata ao governo do Paraná. A presidente avalia também a possibilidade de levar Mercadante para a coordenação política de sua campanha pela reeleição.

Gleisi anunciou que sairá da Casa Civil em janeiro. Outro nome considerado para o posto é o do secretário-executivo do Ministério da Previdência, Carlos Gabas, que ficou conhecido por dar carona à presidente Dilma Rousseff em um passeio de moto por Brasília.