Médicos devem avaliar às 11 horas reação de José Alencar ao tratamento

Na última 6ª, médico disse que vice reagiu bem à hemodiálise e que hemorragia estava controlada

Bruno Lupion, do estadão.com.br

25 Dezembro 2010 | 10h47

SÃO PAULO - O vice-presidente da República, José Alencar, continua internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratar de uma hemorragia digestiva causada por um tumor no intestino delgado.

Segundo a assessoria do hospital, os médicos devem visitá-lo às 11 horas deste sábado, 25, para avaliar como o paciente está reagindo ao tratamento. Um novo boletim médico pode ser divulgado.

Na noite da última sexta-feira, 24, o médico Raul Cutait informou que Alencar reagiu bem à hemodiálise e que a hemorragia digestiva estava aparentemente controlada. O vice ainda recebe transfusão de sangue e, em conversa com os médicos, pediu autorização para comer panetone. Apenas uma fatia foi liberada.

Alencar foi internado na última quarta na UTI do Sírio-Libanês, em estado "crítico" de saúde. No mesmo dia, foi submetido a uma cirurgia de urgência, porém intensas aderências entre as alças intestinais e a parede abdominal impediram que os cirurgiões chegassem ao tumor. Foi a 17ª operação a que ele se submeteu nos últimos anos.

O vice-presidente tem 79 anos e luta contra um câncer na região abdominal há mais de uma década. Ele havia acabado de receber alta de uma internação de 24 dias que retirou um segmento do intestino, obstruído por tumores, quando teve de voltar ao hospital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.