Marta diz que ficou ´arrasada´ pela frase ´relaxa e goza´

Ministra diz mais uma vez que frase foi ´infeliz´ e que intenção foi incentivar viagens

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 09h39

A ministra do Turismo, Marta Suplicy, afirmou nesta sexta-feira, 15, em entrevista a emissoras de rádios parceiras da Radiobrás, que ficou "arrasada" por ter dito a frase "Relaxa e goza, porque depois você esquece todos os transtornos", referindo-se aos problemas enfrentados por passageiros nos aeroportos. A frase foi dita na última quarta-feira , depois do lançamento do Plano Nacional de Turismo 2007-2010. "Fiquei muito triste com a frase, arrasada, porque a frase não condiz com o pensamento que eu estava no momento, que era exatamente de dizer para as pessoas não desistirem de viajar por causa do que estava acontecendo nos aeroportos. E foi uma frase infeliz, que me deixou tristíssima", afirmou. Ela voltou a se desculpar e disse que respeita parlamentares da oposição que fizeram comentários sobre a frase. "A gente tem que ter respeito pela oposição e eles têm direito de fazer os comentários que desejam", acrescentou. Na quinta-feira,o deputado Vic Pires (DEM-PA) apresentou requerimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Apagão Aéreo, na Câmara, para convocação da ministra do Turismo, mas o presidente da comissão, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), descartou a possibilidade. Na avaliação dele, a ministra, que depois pediu desculpas à população pela gafe, não precisa ser convocada pela CPI para se explicar. Na quarta-feira, a ministra lamentou sua declaração, feita na saída do lançamento do Plano Nacional de Turismo 2007-2010, e pediu desculpas por meio de nota. Leia a íntegra: Quero pedir desculpas aos turistas e a todos os brasileiros pela frase infeliz que proferi hoje, ao término de uma entrevista coletiva. Não tive por intenção desdenhar, muito menos minimizar os transtornos que estão sendo enfrentados pelos usuários do transporte aéreo. Eu mesma tenho passado por essa situação, quando viajo. Minha intenção foi dizer aos jornalistas e à população que viajar vale a pena, mesmo que os problemas nos aeroportos demorem um pouco mais, apesar de todo o empenho do Governo Federal para agilizar as soluções. Estamos trabalhando no Ministério do Turismo para fortalecer o turismo interno e para receber cada dia melhor o turista estrangeiro. Marta Suplicy Ministra do Turismo (Com Agência Brasil)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.