Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Manifestantes defendem ações da Operação Lava Jato em frente à PF em Brasília

Cerca de 15 pessoas, vestidas de verde-amarelo e com a Bandeira do Brasil nas mãos, participam da ação

Dida Sampaio e Luci Ribeiro, O Estado de S. Paulo

17 Outubro 2015 | 13h08

BRASÍLIA - Um grupo pequeno de manifestantes se concentra na frente da Superintendência da Polícia Federal neste sábado, 17, em Brasília em apoio às ações da Operação Lava Jato. As cerca de 15 pessoas, vestidas de verde-amarelo e com a Bandeira do Brasil nas mãos, também se manifestam contra o PT e contra a presidente Dilma Rousseff. Em cartazes e faixas, os manifestantes pedem a saída do PT e da presidente "para o Brasil crescer". Os dizeres ainda destacam: "Venceremos a corrupção".

O grupo é composto por integrantes de alguns movimentos anti Dilma, entre eles Movimento Brasil, Vem pra Rua, Movimento Oposicionista Voluntário e 'Lava Jato, eu acredito'. "Essas manifestações vão se intensificar ao longo da semana", disse Ricardo Honorato, do Movimento Brasil. Segundo ele, haverá protesto semelhante nesta quarta-feira na Esplanada dos Ministérios.

Manifestações em favor da Lava Jato, da Polícia Federal, Justiça Federal e Ministério Público Federal organizadas por esses movimentos ocorrem neste sábado em várias cidades do País em frente aos prédios dessas instituições.

A ideia da ação, segundo o Vem pra Rua, é reforçar o apoio a todos que trabalham na Lava Jato e manifestar-se contra o "fatiamento" da operação feito pelo Supremo Tribunal Federal (STF), procedimento pelo qual a Corte descentraliza as investigações da operação, antes concentradas em Curitiba (PR), sob a condução do juiz Sérgio Moro.

Os protestos deste sábado ocorrem, além de Brasília, em São Paulo, Belo Horizonte, Botucatu (SP), Curitiba, Goiânia, Ipatinga (MG), Natal, Recife, São Luís, Sorocaba (SP) e Uberlândia (MG). Em Brasília, o grupo de manifestantes começou o protesto por volta das 10 horas, com previsão de encerramento às 13 horas.

Mais conteúdo sobre:
lava jato brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.