1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Lutamos para tornar País mais inclusivo, diz Dilma

RICARDO LEOPOLDO E BEATRIZ BULLA - Agência Estado

30 Abril 2014 | 19h 45

A presidente Dilma Rousseff citou o período do regime militar e destacou na noite desta quarta-feira que a sociedade brasileira lutou para restabelecer a democracia no País. Dilma aproveitou para falar que a sociedade foi vencedora nesta batalha, mas disse que "mesmo assim, durante muito tempo" o Brasil foi um "país de oportunidades para poucos". "Lutamos para tornar esse País um país democrático. Agora estamos lutando para tornar um País mais inclusivo, mais igual, com maior distribuição de renda", afirmou Dilma, durante participação em formatura de alunos do Instituto Rio Branco, em Brasília.

Dilma afirmou que os ganhos com a distribuição de renda e o crescimento sustentável fazem parte de um processo. "A partir de agora, exige muito mais de nós, porque exige posicionamentos claros que a fome e a miséria encobriam por completo", disse. O caminho, disse Dilma, passa por educação de qualidade, melhoria do atendimento médico e investimentos e realização de obras de infraestrutura, logística e melhoria dos serviços públicos.

"Requer uma profissionalização cada vez maior dos agentes públicos, em especial deste que é a nossa representação no exterior", disse a presidente. Ela afirmou ainda que a presença do Brasil no cenário mundial foi fortalecida pelas transformações internas. "Ninguém respeita um País que não respeita seu povo, que aceita pacificamente, passivamente, uma parte expressiva da sua população estar excluída", afirmou.

Ela destacou que o Brasil é uma nação de "vocação universalista, sem preconceitos nas relações exteriores". Dilma aproveitou para afirmar que o Brasil sente-se hoje "mais do que nunca" parte da América Latina e do Caribe e destacou as relações do Mercosul e da Unasul. "É importante sinalizar que tanto a Unasul quanto o Mercosul demonstraram imensa maturidade diante de conflitos e situações ocorridas em nossa comunidade", afirmou.