1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Lurian, filha de Lula, foi atendida no hospital Sírio-Libanês

Yolanda Fordelone, da Agência Estado

05 Julho 2008 | 11h 10

Segundo assessoria de imprensa do local, Lurian foi atendida em 27 de junho para fazer exames

A filha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Lurian Cordeiro Lula da Silva Sato, de 34 anos, foi atendida no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, no dia 27 de junho.   Segundo a assessoria de imprensa do hospital, Lurian foi atendida para fazer exames. A pedido da família, a assessoria não dá maiores informações nem confirma se Lurian foi ou continua internada.   Lurian ganhou notoriedade na campanha presidencial de 1989, quando se tornou pivô de um dos episódios mais polêmicos da acirrada disputa contra Fernando Collor. No segundo turno, naquele que é considerado um dos maiores golpes baixos das campanhas políticas no Brasil, o programa eleitoral de Collor veiculou imagens de Miriam Cordeiro, ex-namorada de Lula, dizendo que o petista teria lhe oferecido dinheiro para que ela fizesse aborto para não ter Lurian, filha nascida desse relacionamento. Assessores de campanha petista cogitaram de levar ao ar uma entrevista com Lurian, mas Lula preferiu não expor a imagem da filha.