Lupi apóia órgão para ajudar brasileiros no exterior

Paulinho do PT quer criar escritórios que ofereçam apoio a trabalhadores que estejam fora do País

Agencia Estado

25 Junho 2007 | 15h54

O Ministro do Trabalho, Carlos Lupi, afirmou nesta sexta-feira, 22, que aprova a idéia do Presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, de criar uma "Embaixada dos Trabalhadores" para ajudar os brasileiros que trabalham fora do País. Lupi disse que a proposta é de criar escritórios de representação que dêem aparo jurídico, estrutural e financeiro em lugares como Nova York, onde há grande quantidade de brasileiros. Segundo o ministro, muitos brasileiros que vivem no exterior são submetidos a situações vergonhosas e a humilhações. "O ministério do trabalho tem que proteger os trabalhadores brasileiros em qualquer parte do mundo", explicou.Os cerca de 300 dirigentes sindicais que ouviram a proposta da "Embaixada do Trabalhadores" em evento da Força Sindical gostaram da idéia. O ministro foi aplaudido durante a sua palestra e saiu ovacionado do auditório da Colônia de Férias da Federação dos Comerciários de São Paulo (Fecesp), em Praia Grande, na Baixada Santista, onde desde a última quinta-feira acontece plenária da Força Sindical. "Deixa o homem trabalhar", gritaram os participantes do evento enquanto algumas pessoas dificultavam a saída do ministro na tentativa de tirar um foto ao lado de Lupi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.