1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Lula sugere a Maduro diálogo contra crise na Venezuela

CARLA ARAÚJO - Agência Estado

12 Março 2014 | 18h 34

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, no último dia 5 uma carta por conta do aniversário de um ano da morte do ex-presidente venezuelano Hugo Chávez. O conteúdo da carta foi divulgado por Maduro em sua página oficial no dia 10 e compartilhada em sua conta do Twitter no início da madrugada desta quarta-feira, 12.

No documento enviado a Maduro, Lula comenta o legado deixado por Chávez e diz que "a melhor maneira de honrar a memória do comandante é ir em frente no sentido da paz, da justiça social e da democracia". "Nos bons e maus momentos, na concordância e de divergência, Chávez foi um grande amigo, um irmão de lutas e sonhos", escreveu o ex-presidente.

O brasileiro reconhece o difícil momento vivido no país vizinho. "Eu não tenho nenhuma dúvida, companheiro Maduro, de que as ideias e experiências (de Chávez) são um guia de conduta do seu governo e do povo venezuelano neste momento delicado de sua história", escreveu. Lula reforçou ainda a importância do diálogo "com todos os democratas que querem o melhor para as pessoas".

Na carta, Lula lembrou que "sempre" esteve unido ao líder bolivariano em "batalhas por uma América Latina mais justa e soberana" e convocou Maduro a manter vivo esse legado. Segundo Lula, desde 1999, o chavismo tem combatido as crises e dificuldades, superadas por meio da participação popular e do respeito à Constituição.

Pela rede social, o presidente venezuelano agradeceu a mensagem: "Obrigado ao companheiro Lula por esta carta tão amorosa que me enviou. Muito Obrigado."