Lula reajusta salário de cargos comissionados em até 140%

Segundo o governo, os 21.563 servidores não recebiam aumento desde 2002

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 14h33

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reajustou, por medida provisória (MP), a remuneração dos 21.563 servidores da administração pública direta, de autarquias e fundações que ocupam cargos comissionados - ou DAS (Diretoria de Assessoramento Superior). Os reajustes variam de 30,57% a 139,75%. De acordo com nota divulgada na internet pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, esses 21.563 servidores não recebiam aumento desde 25 de junho de 2002. O reajuste concedido agora está valendo desde o dia 1º de junho deste ano. A grande maioria dos cargos é ocupada por pessoas indicadas, geralmente, por políticos e autoridades. Apenas 4.682 (21,75%) são de livre provimento. Os aumentos concedidos são: 1) 37,93% para o nível DAS-6: de R$ 7.575 para R$ 10.448; 2) 32,01% para DAS-5: de R$ 6.363 para R$ 8.400; 3) 30,57% para DAS-4: de R$ 4.898 para R$ 6.396; 4) 139,75% para DAS-3: de R$ 1.575 para R$ 3.777; 5) 79,38% para DAS-2: de R$ 1.403 para R$ 2.518; 6) e 60,47% para o DAS-1: de R$ 1.232 para R$ 1.977. A MP assinada pelo presidente Lula determinando os reajustes foi enviada ao Congresso na sexta-feira, 15.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.