1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Eleições 2014

Lula grava vídeo para Agnelo Queiroz

RAFAEL MORAES MOURA - Agência Estado

29 Junho 2014 | 16h 25

Em vídeo gravado para a convenção do PT que confirmou a candidatura à reeleição do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que é preciso dar continuidade a um projeto que "moralizou a política de Brasília". O vídeo foi exibido na manhã deste domingo, 29, na Praça do Trabalhador, em Ceilândia, cidade a 25 km de Brasília, escolhida para ser o palco da convenção regional do PT.

Ao tentar um novo mandato, Agnelo Queiroz terá o apoio do PMDB local, repetindo a dobradinha na composição da chapa, com Tadeu Filippelli na vice. Seus principais adversários na corrida pelo Palácio do Buriti são o senador Rodrigo Rollemberg (PSB) e o ex-governador José Roberto Arruda (PR), que chegou a ser preso por dois meses acusado de obstruir as investigações desencadeadas pela Operação Caixa de Pandora, em 2010.

"Todo mundo sabe como o companheiro Agnelo ganhou as eleições. O governador Agnelo assumiu para tentar transformar Brasília numa cidade civilizada e não foi fácil", comentou Lula, no vídeo. "Mais uma vez, o PT mostrou no governo a sua competência. Quem for a Brasília hoje percebe as mudanças extraordinárias que estão acontecendo em Brasília."

O ex-presidente gravou o vídeo para Agnelo Queiroz na última quinta-feira. Lula não compareceu pessoalmente à convenção - segundo sua assessoria, passa o dia de domingo em São Paulo sem compromissos.

Mesmo reconhecendo que "falta muito ainda a fazer", Lula destacou que é preciso dar continuidade a um projeto "que moralizou a política de Brasília". O ex-presidente também convocou a militância a ir para as ruas, ajudar na eleição de deputados distritais e federais e discutir as propostas defendidas pelos candidatos apoiados do PT com as pessoas nas ruas.

Prevista para iniciar às 10 horas, a convenção regional do PT começou com uma hora e meia de atraso. Na hora em que o governador Agnelo Queiroz enfim discursou, por volta das 13h20, cerca de 20% do público já havia deixado o local. Muitos foram almoçar ou acompanhar o jogo entre México e Holanda pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo.

"Nesta eleição vamos ter de impedir que certos personagens de um tempo sombrio tentem se apossar do governo outra vez", disse o governador, numa crítica a Arruda. "Nossa missão será a de não permitir que os cofres públicos caiam em mãos de gente inescrupulosa."

Dificuldades

Não é considerada fácil pelo próprio PT a reeleição de Agnelo. O governador enfrenta baixos índices de popularidade, acusações de superfaturamento do Estádio Mané Garrincha e suspeitas que recaem até sobre a primeira dama, Ilza Queiroz, flagrada em grampo pedindo que um administrador regional suspeito de fraudar alvarás "agilizasse" um processo.

Eleições 2014