1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Lula e Aécio trocam ataques em Minas, Estado-chave na sucessão de outubro

Marcelo Portela - O Estado de S. Paulo

14 Fevereiro 2014 | 23h 33

Parceiros informais nas eleições de 2002 e 2006, ex-presidente e senador terão disputa particular no segundo maior colégio eleitoral do País, tanto na corrida presidencial como na estadual

Belo Horizonte - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o senador Aécio Neves (MG), pré-candidato do PSDB à Presidência da República, trocaram provocações nesta sexta-feira, 14, dando início à corrida pelo governo do Estado, segundo maior colégio eleitoral do País que desde 2003 é administrado pelos tucanos. Em reunião com aliados que precedeu o lançamento da pré-candidatura do ex-ministro Fernando Pimentel ao governo, em Belo Horizonte, Lula disse que está "mais em Minas que o Aécio", referindo-se à residência que o senador mantém no Rio de Janeiro, onde costuma passar os fins de semana.

Antes de um encontro com empresários em Nova Lima, na região metropolitana da capital mineira, Aécio destacou que Minas é "sua casa" e reagiu à presença do ex-presidente no Estado. "Tivemos aqui (nas últimas eleições) a presença maciça, muitas vezes até radicalizada, do ex-presidente da República, da presidente da República, e os resultados vocês conhecem", afirmou. "Podem até querer fazer o mineiro de bobo, mas o mineiro não é bobo. O mineiro sabe que os avanços mais relevantes que tivemos ao longo desses anos se devem ao esforço do governo do Estado."

Os candidatos apoiados pelo tucano venceram as eleições majoritárias de 2010 (Antonio Anastasia, do PSDB, para o governo) e 2012 (Marcio Lacerda, do PSB, reeleito prefeito de Belo Horizonte) contra candidatos petistas. Na disputa deste ano, o PT considera que tem mais chances de chegar ao Palácio Tiradentes e quer fazer da eleição em Minas uma forma de "entrincheirar" Aécio no seu principal reduto eleitoral.

No período em que ocuparam, respectivamente, a Presidência e o governo mineiro, Aécio e Lula mantinham um relacionamento bastante amistoso. Quando foi eleito em 2002, o petista chegou a prometer tratar o futuro governador tucano como um quadro de seu próprio partido. Em 2006, fizeram até uma chapa informal chamada "Lulécio", com voto em Lula para o Planalto e Aécio para o governo. A relação entre eles, porém, esfriou após a eleição de 2010.

Nesta sexta, Aécio disse que Lula está "mal informado pelos seus aliados no Estado" ao pregar que nos últimos anos Minas se beneficiou basicamente de recursos federais. "Não existe dinheiro federal, dinheiro estadual, dinheiro municipal; existe dinheiro público. Dinheiro vindo dos nossos impostos. Do trabalhador, do povo mineiro. E as parcerias que o governo federal deveria fazer com Minas Gerais, nas questões essenciais, não foram feitas."

Na reunião fechada com aliados, Lula avaliou que a eleição mineira terá "uma polarização clara" entre o petista e o ex-ministro Pimenta da Veiga, futuro candidato do PSDB. O lançamento da pré-candidatura de Pimenta da Veiga, previsto inicialmente também para ontem, foi adiado para a próxima semana para não coincidir com o ato petista.

Lula fez uma avaliação de que a eleição mineira terá "uma polarização clara" entre o petista Fernando Pimentel e o ex-ministro tucano Pimenta da Veiga, cuja pré-candidatura será lançada na semana que vem pelo presidente nacional do PSDB.

Para tentar chegar pela primeira vez ao poder em Minas, o PT trabalha para atrair para a candidatura de Pimentel partidos que são da base do governo federal, mas, no Estado, estão aliados do governo do PSDB.

A reunião de Lula em um hotel de luxo da cidade, porém, tinha como foco a tentativa de amarrar o apoio do PMDB. Principais aliados do governo da presidente Dilma Rousseff, os peemedebistas reivindicam as vagas de vice-governador e para o Senado na chapa encabeçada por Pimentel.

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, afirmou que a aliança entre o PMDB é o PT na eleição para o governo de Minas é "mais que natural". Andrade, do PMDB, é cotado para ser vice na chapa de Pimentel. "No governo federal nós somos base. Estamos juntos e é mais que natural uma composição em Minas também", afirmou.

Contudo, uma ala do PMDB estadual, liderada pelo senador Clésio Andrade, insiste na candidatura própria. Clésio, ex-vice-governador do Estado no primeiro mandato de Aécio e réu em ação penal do mensalão mineiro que tramita no Supremo Tribunal Federal, trabalha para ser o candidato do partido, mas sofre resistência dentro do próprio diretório estadual.

Personagens dos processos relacionados ao mensalão mineiro têm permeado a disputa estadual após o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recomendar na semana passada a condenação a 22 anos de prisão do ex-governador de Minas, Eduardo Azeredo (PSDB). Nesta sexta, Lula recebeu para um encontro fechado seu ex-ministro Walfrido dos Mares Guia - que se livrou recentemente da acusação no mensalão mineiro por completar 70 anos. 

COLABOROU FLÓRENCE COUTO, ESPECIAL PARA O ESTADO

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo