1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Líderes pressionam Renan a instalar CPMI da Petrobras

DAIENE CARDOSO - Agência Estado

29 Abril 2014 | 17h 50

Líderes dos partidos na Câmara foram nesta terça-feira, 29, ao gabinete do presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), pressioná-lo a instalar, imediatamente, a comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) da Petrobras. Os deputados argumentam que o requerimento foi lido em plenário e que, após a decisão da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), a comissão não pode ficar restrita à atuação dos senadores.

De acordo com os líderes dos partidos, dez legendas da Casa apoiam a instalação da CPMI. Das grande siglas, só PT e PCdoB se abstiveram de assinar o pedido. "Todos nós queremos investigar. É uma prerrogativa do Parlamento", disse o líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR). Eles lembraram que, considerando a data da leitura do requerimento de criação da CPMI e de publicação no Diário do Congresso, a comissão tem data para acabar: 27 de outubro.

A Renan, os deputados argumentaram que ele, como presidente do Congresso, deve preservar a relação entre Câmara e Senado e que, uma eventual negativa poderia desgastar a imagem do PMDB e da Presidência do Senado. Ele disse que daria uma resposta até o fim do dia. Não está descartada a hipótese de se recorrer ao STF exigindo a instalação da comissão mista.