Líder governista pede convocação de Levy para explicar crise econômica

Deputado Rogério Rosso, que já discutiu com o ministro da Fazenda em reunião no Planalto, pede que ele fale sobre elevação da taxa de juros, retração da produção industrial e o aumento do desemprego

Daniel Carvalho , O Estado de S. Paulo

02 Outubro 2015 | 15h32

BRASÍLIA – O líder governista do PSD, Rogério Rosso (DF), apresentou nesta sexta-feira, 2, requerimento para que o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, vá ao plenário da Câmara explicar fatores da crise econômica como a elevação da taxa de juros, a retração da produção industrial e o aumento do desemprego.

“Desde o início de 2015, foi alterada a condução da política econômica brasileira e os resultados que temos visto não são animadores”, diz Rosso na justificativa do requerimento.

Rosso vai pedir ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e aos demais integrantes do colégio de líderes que coloquem o requerimento em votação já na terça-feira, 6. “A deterioração da economia está muito acentuada”, afirma Rosso.

O líder do PSD tem divergido de Levy. Os dois já chegaram a bater boca em reunião no Palácio do Planalto. Na ocasião, Rosso sugeriu a Levy que tirasse férias e colocasse em seu lugar alguém com perfil “desenvolvimentista”. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.