1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Eleições 2014

Kassab descarta apoio a Aécio e reafirma aliança com Dilma

Gustavo Porto - Agência Estado

04 Junho 2014 | 12h 29

Ex-prefeito também disse que vai definir até a próxima semana se PSD terá candidato próprio em SP ou se fecha com PSDB ou PMDB

Ribeirão Preto - O ex-prefeito de São Paulo e presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, descartou, nesta quarta-feira, 4, apoiar a candidatura do senador Aécio Neves (PSDB) à Presidência e reafirmou a aliança com a presidente Dilma Rousseff (PT). "Qualquer acordo com o PSDB e com o Aécio está afastado por conta do compromisso de apoiar a reeleição da presidente", disse. "Dilma é a minha candidata."

Com a declaração, Kassab tenta colocar fim às especulações de que seu partido poderia se aliar à candidatura do senador Aécio Neves, em razão das chances de o PSD apoiar a reeleição de Geraldo Alckmin (PSDB) ao governo paulista. Nesta manhã, o ex-prefeito também afirmou que o PSDB vai definir até o fim da próxima semana se apoiará o PSDB ou o PMDB em São Paulo nas eleições de outubro, ou se vai manter a candidatura própria. "Semana que vem esperamos ter essa aliança amadurecida. É evidente que não há unanimidade", disse Kassab, que ratificou sua posição pessoal por lançar um nome da sigla.

Kassab defendeu ainda a verticalização nas coligações eleitorais em eleições federais e estaduais. Ele admitiu, porém, que seu partido caminha para fechar acordos divergentes em outubro, com o apoio ao PT nacionalmente e a possível coligação com PSDB ou PMDB em São Paulo. "Não havendo verticalização nas alianças, não tem sentido o PSD fazê-la, porque nenhum partido faz", concluiu Kassab, que participou do seminário Agenda Ribeirão, em Ribeirão Preto (SP).

Eleições 2014