Assine o Estadão
assine

Política

Operação Zelotes

Justiça ouve testemunhas de ação sobre 'compra' de medidas provisórias

Autoridades vão colher depoimentos de 16 pessoas, entre elas o ex-chefe de gabinete do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Gilberto Carvalho e o atual secretário executivo do Ministério da Fazenda

0

Fábio Fabrini e Andreza Matais,
O Estado de S. Paulo

25 Janeiro 2016 | 11h08

BRASÍLIA - A Justiça Federal em Brasília começou a ouvir nesta segunda-feira, 25, testemunhas de ação penal sobre a "compra" de medidas provisórias. Para esta segunda-feira, 25, estão previstos os depoimentos de ao menos 16 pessoas, indicadas pelas defesas dos réus.

Entre os presentes estão o ex-chefe de gabinete do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Gilberto Carvalho e o atual secretário executivo do Ministério da Fazenda, Dyogo Oliveira. Os dois já chegaram e aguardam para ser inquiridos.

Os réus respondem a perguntas de advogados de defesa e do integrante do Ministério Público Federal. Desta vez, está presente o procurador Frederico Paiva.

A defesa de um dos réus questionou na sexta-feira, 22, a atuação do procurador José Alfredo de Paula, pois ele teria sido espionado por parte dos réus, conforme a investigação. Por isso, conforme o argumento dos advogados, não poderia atuar como representante da investigação, pois seria parte interessada.

Comentários