Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Janot pede arquivamento de inquérito contra Lobão

Ofício do procurador-geral da República foi enviado nesta quarta-feira; para que procedimento seja efetivamente arquivado, é preciso da autorização do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremoi Tribunal Federal

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

25 Agosto 2016 | 00h15

BRASÍLIA - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento de um dos inquéritos contra o senador Edison Lobão (PMDB-MA) na Operação Lava Jato.

O ofício foi enviado nesta quarta-feira, 24. Para que o procedimento seja efetivamente arquivado, é preciso da autorização do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato na Corte.

A investigação tinha como base a delação premiada do ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa. Ele afirmou que Lobão solicitou a ele R$ 1 milhão em 2008. Na época, o peemedebista era Ministro de Minas e Energia.

Lobão ainda responde a outros inquéritos na Lava Jato e é alvo de investigações relativas a desvios na Eletronuclear e na construção da usina de Belo Monte.

O Estado não conseguiu contato com a defesa do senador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.