Igreja Renascer declara apoio a tucano

A Igreja Renascer em Cristo, liderada pelo apóstolo Estevam Hernandes e por sua mulher, a bispa Sônia, declarou nesta quarta-feira (10) apoio ao candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra. A entrada da denominação na campanha foi oficializada após reunião da Confederação das Igrejas Evangélicas Apostólicas do Brasil, que reúne 5,5 mil pastores e 2,5 mil ministérios, e tem como assessor político o Bispo Gê, presidente da Renascer.

ADRIANA CARRANCA E BRUNO BOGHOSSIAN, Agência Estado

11 Outubro 2012 | 09h41

A Confederação, da qual a Renascer é parte, apoiou Celso Russomanno (PRB) no 1.º turno. O apoio a Serra agora foi articulado pelo prefeito Gilberto Kassab, que, segundo o bispo Gê, "foi muito útil na aprovação dos prédios" que abrigam templos da Renascer, alvo de processos por irregularidades. "Só da Renascer são 200 igrejas em processo de aprovação", disse.

A campanha tucana tem peregrinado em busca do apoio dos evangélicos. Um dos já arregimentados é o da Igreja Internacional da Graça de Deus, do pastor R. R. Soares, que elegeu o filho David Soares vereador pelo PSD, da coligação tucana.

Na quarta-feira (10), aliados de Serra se reuniram com o pastor Samuel Ferreira, líder da Assembleia de Deus do Brás e vice-presidente da Convenção Nacional das Assembleias de Deus no Brasil, cujo apoio é disputado com o PT de Fernando Haddad. No 1.º turno, Ferreira apoiou Gabriel Chalita (PMDB), que oficializa hoje aliança com o petista. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Mais conteúdo sobre:
eleições 2012 SP Igreja Renascer Serra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.