Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Política » Hage diz que encara convocação com tranquilidade

Política

Política

PMDB

Hage diz que encara convocação com tranquilidade

Convocado pela Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos sobre supostas irregularidades em convênios de ONGs, o ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, afirmou nesta quarta-feira, 12, que encara a convocação com "absoluta normalidade e tranquilidade". "Atenderei à convocação sem nenhum problema, é uma questão só de definirmos data e hora", afirmou Hage a jornalistas, após deixar seminário em Brasília.

0

RAFAEL MORAES MOURA,
Agência Estado

12 Março 2014 | 18h06

Numa única tacada, a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara aprovou a convocação de quatro ministros de Estado da presidente Dilma Rousseff. Além de Hage, também foram convocados o ministro do Trabalho, Manoel Dias (PDT); da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, e do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro. A aprovação das convocações seria mais uma retaliação do chamado "blocão", grupo informal de deputados da base insatisfeitos com a articulação política conduzida pelo governo.

Carvalho também deverá ser questionado por deputados sobre o patrocínio da Petrobras, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Caixa Econômica Federal a um evento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), numa marcha que terminou em confronto com a Polícia Militar do Distrito Federal. O caso foi revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.