1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Governo tem que criar 'oportunidades', diz Dilma em MG

CARLA ARAÚJO E MÁRIO BRAGA - Agência Estado

07 Abril 2014 | 12h 37

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira, 7, durante cerimônia de formatura de alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que uma das funções do governo é abrir as portas das oportunidades para a população. No evento, em Belo Horizonte (MG), ela afirmou que, na elaboração do programa, o governo escolheu os melhores cursos técnicos disponíveis no País para assegurar formação e emprego. Segundo Dilma, o Pronatec "melhora a renda, melhora o emprego, melhora a comunidade e melhora o País, que precisa de pessoas bem formadas".

Para a presidente, a educação é uma maneira de garantir que a ascensão social vivida por milhões de brasileiros nos últimos anos seja permanente e duradoura. "O Pronatec cria todas as oportunidades de trabalho para garantir que o Brasil seja um País competitivo", disse. De acordo com a presidente, a educação profissional é fundamental para o destino do Brasil. "Para se construir um País que entre na economia do conhecimento é preciso ter brasileiros e brasileiras muito bem formados e a educação é importante (nesse processo)."

A presidente disse ainda que tem orgulho do Pronatec, pois com o programa tem certeza de que o País vai virar uma grande nação. Dilma destacou a participação de 56% de mulheres no programa e disse também que 70% dos inscritos são jovens até 29 anos. "Eu gosto muito dos outros 30%", ressaltou. "Eu acho que o adulto, a gente nunca pode parar de estudar. Eu, como presidenta, não posso aparar de estudar."

Dilma afirmou que o governo investiu R$ 14 bilhões no programa e pretende encerrar 2014 com 8 milhões de matrículas. "São 8 milhões de oportunidades", reforçou. A presidente elogiou também o empenho do sistema S (Sest, Senai, Senac, entre outros) para ajudar na viabilidade do programa. "É um arco de força. No centro, estão vocês (estudantes), de um lado está família dando suporte e de outro está o governo dando oportunidade", disse. "Eu falei governo, mas não é governo sozinho, é governo e seus parceiros."

Ainda nesta segunda-feira, a presidente entrega máquinas a prefeitos em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Mais cedo, ela participou da cerimônia de assinatura da concessão do Aeroporto Internacional de Confins.