Gim Argello renuncia à relatoria do Orçamento de 2011

O senador Gim Argello (PTB-DF) renunciou hoje ao cargo de relator-geral do Orçamento de 2011 e também se afastou da Comissão Mista de Orçamento (CMO). Ao divulgar a nota sobre a renúncia, Argello afirmou que, após conversar com familiares, decidiu sair para não atrapalhar a aprovação do Orçamento para o próximo ano.

EDNA SIMÃO, Agência Estado

07 Dezembro 2010 | 18h23

"Há uma tentativa recorrente de associar esta Comissão a supostas irregularidades na aplicação de verbas públicas. Como parlamentar atento aos meus deveres e obrigações, considero meu afastamento uma iniciativa que deve contribuir para não contaminar os bons trabalhos que aqui vêm sendo realizados em prol da sociedade", destacou em nota divulgada à imprensa.

O vice-líder do governo no Congresso e representante do governo na Comissão Mista de Orçamento, Gilmar Machado (PT-MG), afirmou que a decisão de sair foi de Argello e reforçou o compromisso de aprovação do Orçamento de 2011 até o dia 22 de dezembro. Ele afirmou que vai indicar a senadora Ideli Salvatti (PT-SC) para ocupar a vaga deixada por Argello.

O senador renunciou ao cargo após denúncias divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo de que teria destinado emendas para entidades fantasmas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.