1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Mensalao

Genoino recebe alta e deixa hospital em Brasília

DAIENE CARDOSO E LAÍS ALEGRETTI - Agência Estado

02 Fevereiro 2014 | 17h 41

Petista havia sido internado na manhã deste domingo, 2, após sofrer um pico de pressão alta e dores no peito

O ex-deputado federal José Genoino acaba de deixar o Instituto de Cardiologia, em Brasília. Segundo o seu irmão, o líder do PT na Câmara dos Deputados, José Guimarães (CE), o petista havia sido internado na manhã deste domingo, 2, após sofrer um pico de pressão alta e dores no peito.

De acordo com o boletim médico divulgado na tarde deste domingo pelo hospital, Genoino foi submetido a exames e recebeu alta. O hospital informa que ele deu entrada na emergência da instituição para avaliação cardiovascular.

Preso em novembro em São Paulo, o ex-dirigente do PT foi trazido para Brasília junto com outros condenados no processo do mensalão, como o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. 

O ex-deputado ficou menos de uma semana no complexo penitenciário da Papuda, em Brasília. Deixou o estabelecimento após reclamar de problemas cardíacos. Depois de ter passado por uma avaliação médica, ele foi autorizado a cumprir a pena em prisão domiciliar. 

Na decisão do final de dezembro, Joaquim Barbosa estabeleceu um prazo de 90 dias, contados desde 21 de novembro, para Genoino ficar em prisão domiciliar em Brasília. Ao fim desse prazo, Barbosa decidirá, após reavaliação do estado de saúde, se o ex-presidente do PT voltará a cumprir pena na prisão em regime semiaberto pela condenação por corrupção ativa.

Mensalao