1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Geller aponta prioridades e diz que tem apoio do PMDB

ERICH DECAT - Agência Estado

17 Março 2014 | 12h 33

O novo ministro da Agricultura, Neri Geller, apontou nesta segunda-feira, 17, quais devem ser suas prioridades no novo cargo. "Um dos focos será a liberação com mais agilidade dos defensivos agrícolas. Temos também um grande passo a dar na questão da infraestrutura, destravar alguns projetos que estão complicando o escoamento da produção", afirmou Geller após o evento. "Há muitas ações que pretendemos implementar."

Questionado se a indicação dele acalmaria os focos de desentendimento entre a base aliada e o Palácio do Planalto, o novo ministro respondeu: "Fui indicado pelo ministro Antônio Andrade e tive apoio integral do setor, liderado pelo senador Blairo Maggi (PR-MT). Tenho uma relação muito boa com o Congresso Nacional, tenho apoio, sim, da maioria dos deputados do PMDB, mas a indicação foi feita pelo Antônio Andrade".

Geller tomou posse nesta segunda-feira, 17, em cerimônia no Palácio do Planalto no lugar do agora ex-ministro Antônio Andrade (PMDB-MG), que deixa o cargo para disputar uma vaga na próxima eleição de outubro pelo Estado de Minas Gerais. Além do ministro da Agricultura, tomaram posse os ministros do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto (PT-RS); das Cidades, Gilberto Occhi; da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clelio Campolina Diniz; da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes (PRB-RJ); e do Turismo, Vinicius Nobre Lages.