1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Garotinho é acusado de campanha antecipada

THAISE CONSTANCIO - Agência Estado

24 Janeiro 2014 | 19h 14

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Rio de Janeiro propôs ação contra o deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) e a empresa Palavra de Paz Produções por propaganda eleitoral fora de época. Segundo a denúncia, o político e a empresa vêm distribuindo kits com livro de mensagens, camisa, carteirinha com foto de Garotinho e uma carta de boas-vindas assinada pelo deputado.

Esta é a oitava representação por propaganda antecipada feita pela PRE contra o deputado. Na ação, a Procuradoria pede ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RJ) que determine três proibições imediatas aos réus: de distribuir kits, divulgar a iniciativa e cadastrar fiéis para receber brindes. A instituição também quer que os réus sejam condenados a pagar multas de até R$ 25 mil.

Na ação, protocolada no último dia 22, o procurador regional eleitoral Maurício Ribeiro, que recém - encerrou seu biênio, acusa os réus de buscarem conquistar o eleitorado nas próximas eleições distribuindo brindes religiosos e retratando o político como um guia espiritual.

Por meio de sua assessoria, Garotinho afirmou que ainda não foi notificado da ação. Segundo o deputado, o material distribuído não induz o voto no deputado.