Garibaldi Alves está internado no Sírio-Libanês, em SP

O senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), confirmado para o comando do Ministério da Previdência Social no governo da presidente eleita, Dilma Rousseff, deu entrada, por volta das 8 horas de terça-feira, no Hospital Sírio-Libanês, informou boletim médico divulgado pela instituição. Ele realizou exames de rotina, que tiveram resultados normais, e trata "um sintoma de lombociatalgia (dor na região lombar irradiada para as pernas)", segundo o boletim.

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

23 Dezembro 2010 | 17h31

De acordo com o hospital, a "dor foi por conta de uma protusão do disco intervertebral da coluna lombar". Um bloqueio localizado foi feito pela equipe médica, liderada pelo médico Tarcísio de Barros. Garibaldi deve ter alta no início da noite de hoje. A equipe médica que o acompanha é coordenada pelos médicos David Uip e Tarcísio de Barros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.