1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Gabrielli diz que obra da 'Abreu e Lima' está cara

RICARDO BRITO - Agência Estado

25 Junho 2014 | 17h 52

O ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli admitiu nesta quarta-feira, 25, que a obra de construção da refinaria de Abreu e Lima está "definitivamente cara". Em depoimento na CPI mista da Petrobras, Gabrielli contestou o valor preliminar para a obra, de US$ 2,5 bilhões, mas reconheceu que o empreendimento saiu de US$ 4 bilhões para os atuais US$ 18,5 bilhões. A refinaria pernambucana deve começar as atividades no final deste ano.

Entretanto, Gabrielli ponderou ainda que 40% do valor da refinaria também depende do câmbio. Mais cedo, ele disse que o preço da refinaria está ligado à complexidade da obra. Segundo ele, ela vai custar US$ 87 mil por barril, enquanto, por exemplo, o investimento da refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), está em cerca de US$ 5,5 mil por barril. Ele exemplificou que a Abreu e Lima vai produzir diesel de altíssima qualidade.

"Lá, o porto precisa de investimento, estrada precisa de investimento, tratamento de resíduo, E isso não está em outras refinarias. Essas são as diferenças que existem. Então a refinaria está cara, sem dúvida nenhuma está cara", afirmou.