ED FERREIRA/ESTADÃO
ED FERREIRA/ESTADÃO

Fux diz que delação de ex-governador de MT é monstruosa

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, disse que ainda não homologou a delação do ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB)

Rafael Moraes Moura e Breno Pires, Brasília

02 Agosto 2017 | 15h27

BRASÍLIA - O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse na tarde desta quarta-feira, 2, que ainda não homologou a delação premiada do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB), mas adiantou que ela é “monstruosa”.

“Essa é monstruosa, depois da Lava Jato é a maior operação. Silval trouxe material, mas não foi homologada ainda”, disse o ministro a jornalistas, ao chegar para a sessão plenária do STF desta quarta-feira.

Procurada pela reportagem, a defesa do ex-governador informou que não iria comentar.

Silval Barbosa foi governador de Mato Grosso entre 2010 e 2014. Foi preso sob a acusação de liderar esquema de recebimento de propina em troca da concessão de incentivos fiscais.

Em junho deste ano, a juíza Selma Santos Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, autorizou a transferência do ex-governador do regime fechado para a prisão domiciliar. 

A decisão foi proferida no âmbito da Operação Sodoma e levou em conta o fato de Barbosa ter confessado uma série de crimes e disponibilizado para a Justiça mais de R$ 40 milhões em bens.

Mais conteúdo sobre:
Luiz Fux Silval Barbosa

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.